A História da Amazon.com

Esta história apresenta Jeffrey P. Bezos, o fundador da Amazon.

A empresa, que agora gera mais de US$61 bilhões em receita e detém o título de maior varejista on-line do mundo, foi iniciada na garagem de Bezos aos 30 anos de idade.

Estatísticas da Amazon:

Setor: Varejo Online
Receita anual de 2019: US$87.4 bilhões
Nº de Funcionários em 2019: 798.000
Famoso por: Ser o maior varejista on-line do mundo

Como a Amazon começou

O ano era 1994 e Bezos estava trabalhando diligentemente em Wall Street. Aos 30 anos, ele começou a ver a revolução na internet acontecer, e tomou a decisão de deixar seu emprego e começar uma empresa na internet.

“O que me despertou interesse foi descobrir a estatística surpreendente de que o uso da Internet na primavera de 1994 estava crescendo em 2.300% ao ano. Você sabe, as coisas simplesmente não crescem tão rápido. É altamente incomum, e isso me levou a pensar: “Que tipo de plano de negócios pode fazer sentido no contexto desse crescimento?”

Depois de fazer uma lista dos 20 melhores produtos que ele poderia vender na internet, ele decidiu vender livros por causa de seu baixo custo e sua demanda universal. Acontece que isso foi só o começo…

O Início do Fundador

Quando criança, ele passou os verões no rancho de seu avô no sul do Texas, “colocando tubos, vacinando gado e consertando moinhos de vento”.

O Bezos de 18 anos “disse que queria construir hotéis espaciais, parques de diversões e colônias para 2 milhões ou 3 milhões de pessoas que estariam em órbita.

“A ideia é preservar a terra”,
disse ele ao jornal… O objetivo era ser capaz de evacuar humanos. O planeta se tornaria um parque”.

Financiamento da Amazon

jeff bezos

O capital inicial veio das economias pessoais de seus pais.

“O primeiro capital inicial da Amazon.com veio principalmente de meus pais, e eles investiram uma grande fração de suas economias de vida no que se tornou a Amazon.com. E você sabe, isso foi uma coisa muito ousada e confiante para eles fazerem porque eles não sabiam.

A primeira pergunta do meu pai foi: “O que é a Internet?” OK. Então ele não estava apostando nessa empresa ou nesse conceito.

Ele estava apostando em seu filho, assim como minha mãe. Então, eu disse a eles que eu achava que havia uma chance de 70% de que eles perdessem todo o investimento, que era de algumas centenas de milhares de dólares, e eles fizeram isso de qualquer maneira.”

Ainda sobre Financiamento

A Amazon levantou uma série A de US $8 milhões da Kleiner Perkins Caufield & Byers em 1995.

Em 1997, a Amazon foi pública para angariar capital adicional. Em 1999, o valor do investimento da Kleiner Perkins Caufield & Byers na Amazon criou retornos de mais de 55.000%.

Anos para rentabilidade

Em dois meses, as vendas da Amazon foram de até US$20.000/semana. No entanto, a empresa continuou a mandar sua receita de volta para o crescimento.

Desde o ínicio a Amazon focou no crescimento a longo prazo, com o lucro permanecendo perto de US$0 ou abaixo, e a receita aumentando.

Marcos importantes da Amazon:

  • 1994: Jeff Bezos desiste de seu emprego e lança Amazon na sua garagem.
    Dentro de 30 dias, ele está fazendo US $20.000 por semana em vendas.
  • 1995: Bezos recebe um investtimento de US $8 milhões da Kleiner Perkins.
  • 1997: A Amazon se torna publica em US$18 por ação.
  • 1999: Bezos é nomeado “Pessoa do Ano” da revista Time por popularizar as compras online.
  • 2009: Bezos adquire a Zappos de Tony Tsieh através de uma troca de ações.
  • 2013: Bezos adquire o Washington Post.

Empresas que a Amazon adquiriu:

sede amazon

Sede da Amazon em seatle.

A Amazon fez mais de 44 aquisições notáveis de empresas ao longo dos anos. A primeira aquisição foi em 1998.

  • 1998: PlaneTall, Junglee, Bookpages.co.uk (mais tarde se tornou Amazon UK).
  • 1999: Internet Movie Database (IMDb), Alexa, Accept.com e Exchange.com
  • 2003: CDNow (Extinto)
  • 2004: Joyo.com, um site de comércio eletrônico na China.
  • 2005: BookSurge, MobiPocket.com e CreateSpace.com.
  • 2006: Shopbop, um varejista de luxo feminino.
  • 2007: DPreview.com e Brilliance Audio.
  • 2008: Audible.com, Fabric.com, Box Office Mojo, AbeBooks, Shelfari e Reflexive Entertainment.
  • 2009: Zappos, Lexcycle, SnapTell, Stanza (Kindle Rival).
  • 2010: Touchco., Woot, Quidsi, BuyVIP e Amie Street.
  • 2010: Toby Press
  • 2011: LoveFilm, The Book Depository, Pushbutton, and Yap
  • 2012: Kiva Systems, Teachstreet, and Evi
  • 2013: IVONA Software, GoodReads, and Liquavista

Conselhos para Startups de Jeff Bezos

“Somos teimosos na visão. Somos flexíveis em detalhes… Não desistimos das coisas facilmente. Nosso negócio de vendedores terceirizados é um exemplo disso. Tentamos três vezes para fazer o negócio de vendedores tercerizados funcionar. Nós não desistimos.”

“Se você não é teimoso, você vai desistir de experimentos muito cedo. E se você não for flexível, você vai bater a cabeça contra a parede e você não verá uma solução diferente para um problema que você está tentando resolver.”

Leave a Comment